Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f

Histórico

Atualizado em 05/07/16 10:20.

O Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e de Computação (Mestrado Acadêmico) foi iniciado em 1998 e, desde então, a relação orientador-orientando sempre foi valorizada através do fomento às atividades extra-classe, pesquisa e vida acadêmica. A objetividade aliada a um número adequado de disciplinas, com o passar do tempo, constituem um incentivo para a redução do tempo médio de titulação para os níveis aceitáveis e apontam para um aumento da produção relevante vinculada aos trabalhos de conclusão (dissertações). O redimensionamento da grade de disciplinas em 2004, em atenção ao maior amadurecimento dos objetivos, permitiu maior flexibilidade/adaptabilidade e consolidação estratégica. Em 2005, foram sanados problemas apontados pelo comitê de avaliação e foi mantido o objetivo de se aumentar a interação multidisciplinar como meio para se alcançar maior equilíbrio entre as linhas de pesquisa e a consolidação das mesmas. Em 2009, o corpo docente do Programa foi reestruturado, mediante aplicação de uma resolução interna de credenciamento e recredenciamento docente. Foram credenciados 8 (oito) Docentes Permanentes e 2 (dois) Docentes Colaboradores visando obter maior produtividade intelectual no triênio 2010-2012. Tal fato rapidamente acarretou impacto, aumentando a motivação do quadro docente, com reflexo imediato na produção relevante do Programa. Com a reestruturação do corpo docente, viu-se a necessidade de se implantarem somente duas linhas de pesquisa de forma a abranger as áreas de pesquisa de tal corpo: Sistemas Eletroeletrônicos e Sistemas Inteligentes e Computação Aplicada. Isso se deveu à alta correlação entre aquelas linhas pré-existentes, tanto em relação aos trabalhos produzidos quanto à interação entre seus docentes.

 

Os objetivos têm se concretizado no decorrer dos anos com a devida observação às recomendações do comitê de avaliação constituído pela Capes e com o amadurecimento do corpo docente do Programa. O nítido progresso dos indicadores de qualidade foi expresso na avaliação do triênio 2007-2009. No triênio, 2010-2012, os indicadores continuaram melhorando, especialmente aqueles impactados pela produção intelectual relevante, fato que foi comprovado pela obtenção do Conceito 4, na última Avaliação Trienal.

 

Em dezembro de 2014, foi aprovado pela Capes o projeto de Doutorado e, a partir de março de 2015, o Programa passou a contar com os níveis de Mestrado Acadêmico e Doutorado. Em 2015, foram admitidos 21 alunos de Doutorado.

Listar Todas Voltar